Na CENPROT
você pode:

X
Blog do Cenprot

Fique por dentro
das notícias da
Central de Protestos

Política de Privacidade

Protesto de título: conheça sua vantagem

O protesto de título é um ato público e extrajudicial, efetuado por um tabelião - que tem fé pública, que ocorre quando uma pessoa física ou jurídica não cumpre o pagamento de um título no prazo estabelecido e o credor registra essa impontualidade em cartório.

Para quem tem dúvidas sobre a sua legalidade, o protesto de título é regulamentado pela Lei nº 9.492/97 e fiscalizado pelo Poder Judiciário.

Uma das grandes vantagens do protesto de título é o fato dele possuir um elevado índice de recuperação de crédito. Segundo dados oficiais do IEPTB-SP, 60% dos títulos encaminhados a protesto são pagos em até cinco dias úteis. Ou seja, o serviço é rápido, fácil e econômico.

Outro ponto positivo, está no fato de beneficiar não só o credor, mas toda a sociedade. Afinal, ao resgatar uma dívida, os cartórios ajudam a impulsionar também o crescimento da economia.

Além disso, ele traz mais segurança nas relações de crédito, uma vez que ajudam na diminuição do acréscimo de juros sobre o preços de produtos e serviços.

E mais: os cartórios de protesto funcionam também como uma ferramenta indispensável para desafogar o Judiciário, pois contam com o respaldo da lei, sem necessitar da estrutura dos tribunais.

Agora que você conhece todos os benefícios do protesto de título, nós vamos mostrar como protestar uma dívida é fácil.

Saiba como protestar uma dívida

Os Cartórios de Protestos (IEPTB-SP) oferecem os serviços da Central de Remessa de Arquivo (CRA) e do Resgate de Valores, soluções criadas para médias e grandes empresas que precisam enviar títulos a protesto, mas não querem ter custo com desenvolvimento.

Se você é uma empresa que precisa enviar um grande volume de informações, entre em contato com os Cartórios de Protestos pelo telefone 11 3242-2008.

É uma pequena empresa? Entre no site por protestosp.com.br e envie sua duplicatas por indicação, sem ter que ir ao cartório.

Quer ver mais dicas como essas? Acompanhe nosso blog e fique ligado nas notícias e novidades!